PEQUENO LÉXICO DE AFINIDADES ELETIVAS E IMPERTINÊNCIAS ANARCO-CULTURAIS

janeiro 17, 2010

Aborto
Um governo e uma sociedade menos hipócritas e mais honestos o legalizariam.

Ator
Gian Maria Volontè. Yves Montand. Sean Penn.

Atriz
Vanessa Redgrave. Simone Signoret. Jane Fonda. Jean Seberg.

Alma
Mito. Se existisse, o universo estaria fedendo. Talvez o homem superior tenha, mas não no sentido judaico-cristão. Che Guevara e madre Teresa de Calcutá talvez tivessem.

Amor
Um cilindro e uma cavidade atraídos atavicamente pelo instinto de procriação.

Anistia
A Lei de Anistia de 1979 é insidiosa, tendenciosa, bastarda, imoral, indigna, ofensiva, perversa. Uma afronta. Uma desfaçatez. Um lixo ético. A sua revogação é absolutamente necessária para salvaguardar a dignidade do País. Os assassinos, sequestradores e torturadores têm de ser julgados e punidos como o foram os do Chile e da Argentina, países que, nesse sentido, deram um exemplo de justiça e dignidade.

Arte
A mais elevada manifestação espiritual do ser humano. Com exceção da ciência, todo o resto é descartável. A arte enobrece o Homem. Longe dela, ele se embrutece e se degrada espiritualmente. A arte não admite em nenhuma hipótese a adulteração das concessões.

Banco
A extorsão. O roubo instituído. Deve ser assaltado – por uma questão de lógica, enquanto houver desigualdade social. Ou dinamitado. Ou incendiado. Ou depredado.

Bolívia
Está na hora de Brasil, Chile e Paraguai devolverem os territórios roubados à Bolívia.

Brasil
Politicamente flácido. Juridicamente frouxo. Socialmente cruel.

Burguês
A vulgaridade estilizada. Carece da elegância da classe A e não tem a espontaneidade do povo. Pusilânime. Mesquinho. Hipócrita. E voraz com o cupim.

Cantor
Elomar. Vandré. Léo Ferré. Jean Ferrat. Georges Brassens. Lluis Llach. Victor Jara. Daniel Viglietti. Tom Waits.

Cantora
Mercedes Sosa. Joan Baez. Janis Joplin. Edith Piaf. Billie Holiday.

Capitalismo
Lixo moral e ético. A desgraça da humanidade. A degradação do humanismo. A destruição do Planeta.

Casamento Homossexual
Se o casamento heterossexual é, em última instancia, um contrato puramente comercial (e essencialmente capitalista), por que não legalizar o casamento homossexual que, do mesmo modo que o heterossexual, seria apenas um contrato matrimonial entre dois homens ou duas mulheres? É uma questão de lógica, de bom senso. Coisa que a sociedade estúpida, hipócrita e retrógrada não admite, baseada em preconceitos e no (hoje) vago conceito de que o casamento é uma instituição sagrada. Quando na realidade não passa de uma impostura.

China
O pior do capitalismo e o pior do comunismo. Quando a China dominar o mundo, o império norte-americano parecerá leniente.

Cinema
O Leopardo, de Visconti. O Ano Passado em Marienbad, de Resnais. Gritos e Sussurros, de Bergman. Profissão: Repórter, de Antonioni. Teorema, de Pasolini. Queimada, de Pontecorvo. Ana e os Lobos, de Saura. O Sacrifício, de Tarkovski. Paisagem na Neblina, de Angelopoulos. Dogville, de Lars von Trier.

Conservador
É preferível a um esquerdista aburguesado. Como o rico de estirpe é preferível a um novo rico.

Consumo
Perversão. Fascismo. Violência moral. Lavagem cerebral. Narcotização das massas para impedi-las de pensar. Para embrutecê-las. Para imbecilizá-las.

Convenções
Atitude de rebanho. Obedecê-las é falta de personalidade. Seguidas pelos fracos e os hipócritas. Suprassumo da vulgaridade.

Copular
Copulo, logo sou. Não copulo, morto estou.

Corrupção
Estagnação. O que não muda constantemente se corrompe. Marca do capitalismo. Atributo do político.

Cruzadas Neopuritanas
Fundamentalismo. Fascismo. Campanha de fariseus. Quintessência da hipocrisia. Tapar o sol com a peneira. Desvio de atenção de problemas sociais graves.

Curdos
Viva a nação curda independente!

Democracia
Não existe. O que há é a pseudodemocracia do capitalismo, sinônimo de violência, desigualdade social, corrupção, poluição, máfia, prostituição, desemprego, falência dos valores morais e éticos, falta de opção, cerceamento da liberdade e lucro desenfreado em detrimento dos socialmente carentes. Puro fascismo. Ou, popularmente, putaria institucionalizada.

Deus
Abstração. Mito. A mais faraônica invenção da humanidade. No caso de existência, ele abominaria a religião. Mesmo porque ele é (ou seria) natural e a religião se opõe às leis sagradas da natureza.

Dinheiro
Deus todo-poderoso do capitalismo. Sumo pontífice do neoliberalismo. Puta santificada da globalização. Divina meretriz que rege o Planeta. Compra absolutamente tudo. Todas as instituições: Justiça, Estado, religião, família. Além da honra. Honestidade. Moral. Ética. Consideração. Admiração. Respeito. Fama. Liberdade. Coragem. Personalidade. Integridade. Status social. Beleza. Saúde. E retarda a morte. Incentiva todo tipo de crime e o legaliza. Seus fieis (seres inferiores), do mais alto dignitário ao mais humilde cidadão, lhe prestam devoção sem limites e se prostituem em seu nome. E a ele se submetem sem restrições. E por ele chegam ao homicídio.

Direita
O nazismo. O mussolinismo. O franquismo. O salazarismo. O pinochetismo. A apartheid da África do Sul. O Ku Klus Klan dos EUA. E seus rastros de horror.

Drogas
Um governo e uma sociedade menos hipócritas e mais honestos as legalizariam.

Dúvida
Sinal incontestável de inteligência do homem superior. Foi sempre perseguida como o mal que mina o poder estabelecido.

Ecologia
Prioridade absoluta da espécie humana. O crime ecológico é o pior que pode existir, pois põe em risco a humanidade. Deve ser ensinada desde o maternal.

Editor
Não existem mais editores, no sentido genuíno da palavra, no Brasil. Existem apenas empresários que mandam imprimir livros.

Eleitos
Che Guevara e madre Teresa de Calcutá, por exemplo. Ou seja, os superiores. Os desprendidos. Os que estão acima do pragmatismo. Da cobiça. Da ânsia de poder. Da obsessão de lucro. Os que se diferenciam do cupim e das formigas.

Erotismo
Santa Teresa de Ávila e são João de Deus.

Escândalo
O salário mínimo.

Ética
O atraso da humanidade ainda a substitui pelo obscurantismo da religião. O Estado deve ter a ética como valor supremo. Deve ser ensinada desde o maternal.

EUA
A nação, econômica e militarmente, mais poderosa do mundo é um país intervencionista, expansionista e imperialista (como o demonstra a História). Belicista (promove guerras periodicamente para sustentar a indústria bélica). Violento. Racista. Ultraconservador. Imoral. Retrógrado. Atrasado socialmente (não tem saúde pública e ainda tem pena de morte). Exportador da famigerada cultura de massa que é puro lixo. Um país onde o direito de propriedade é ilimitado é uma democracia? Um país de concorrência canalha é uma democracia? Um país de autorregulação dos mercados é uma democracia? Um país sem saúde pública é uma democracia? Um país com pena de morte é uma democracia? Um país cuja tradição de violência assassinou quatro presidentes, Sacco e Vanzetti e o casal Rosenberg, entre outros, é uma democracia?

Exército
Atraso. É inconcebível que o atraso da humanidade ainda chegue a ponto de criar exércitos para cada nação.


Respeitável quando isenta de religião. Misturada com religião é cegueira, superstição, obscurantismo, fanatismo, atraso intelectual e ético. A fé do homem superior não precisa se apoiar nas muletas da religião.

Futebol
Pena que o objeto dessa paixão não seja a revolução.

Globalização
Bordel. Flagelo. O melhor modo das corporações obterem mais lucro e mais desemprego. Anulação da soberania nacional, substituída pelo poder das corporações. Eliminação da identidade nacional, étnica e individual. Assim como da diversidade, da pluralidade, da liberdade de opção. Lixo cultural disseminado pelo Planeta. Massificação comparável à do nazismo e à do maoismo. Deve ser destruída por todos os meios disponíveis, incluindo a violência: depredações, bombas, incêndios – além da desobediência civil.

Hedonismo
Inteligência. Lucidez. Sensatez.

Homem
Animal mais inteligente e mais cruel que os símios, seus irmãos. Cego e bitolado. Perverso. Aceitável e respeitável quando se torna homem superior, despojando-se das convenções, dos mitos e da cobiça. Em uma palavra: livre. Se ele foi feito à imagem de Deus… então, pobre Deus.

Humanismo
Valor sepulto pelo neoliberalismo.

Índios
Vítimas do genocídio branco. Devem ser indenizados pelas atrocidades cometidas contra eles. Suas línguas devem ser oficializadas nas três Américas. Fazendas que invadam as terras dos índios devem ser saqueadas, incendiadas, destruídas. O índio tem sempre razão.

Intelectual
A consciência de uma nação. Bússola contra as arbitrariedades. Termômetro contra a injustiça. Cosmopolita. Internacionalista. Iconoclasta. Jamais se afilia ao poder. Não adere a modismos. Embora seja hedonista e aprecie os prazeres da cama e da mesa, não se apega a bens materiais. Cultiva o desprezo pela vulgaridade das convenções e dos valores burgueses. Não faz concessões. Não se vende. Deleita-se com os prazeres do espírito.

Judiciário
Obtuso. Conservador. Retrogrado. Reacionário. Corrupto.

Justiça
Instituição corrupta e tendenciosa que sempre favorece a classe dominante. Farsa oficializada.

Liberdade
A maior dádiva do ser humano. Está acima de absolutamente todas as leis, regras, normas, dogmas e convenções. Não admite nenhuma restrição. Deve ser cultuada e honrada como bem supremo. Em sua defesa tudo é permitido quando alguém tenta subjugá-la.

Língua Portuguesa
É deplorável a avacalhação e o empobrecimento da língua portuguesa no Brasil. Mal falada. Mal escrita. Mal ensinada. E adulterada pela invasão do inglês de modo abusivo, ridículo e vergonhoso. O português do Brasil está se convertendo em uma língua de analfabetos. E o governo não só não faz nada para impedir a degradação desse patrimônio nacional, mas ainda por cima promulga leis estúpidas, imbecis que acentuam a decadência do nosso idioma.

Livro
Assim Falava Zaratustra, de Nietzsche. Rubaiyat, de Khayyam. Os Cantos de Maldoror, de Lautréamont. As Mil e Uma Noites.

Maio de 68
A Grande Festa. A mais bela revolta do século 20. A mais jovem. A mais idealista. A mais libertária. A mais romântica. Negá-la é coisa de velho caduco. Ou de político sexualmente impotente. Maio de 68 é eterno.

Maioria
Bastarda. Burra. Ignorante. Cega. Vulgar. Retrógrada. Fascista.

Malvinas
Viva as Malvinas argentinas!

Masturbação
As mais belas e sensuais criaturas do mundo ao alcance da mão.

Mídia
Tendenciosa. Parcial. Capacho do neoliberalismo.

Missa
Requiem, de Mozart.

Militar
Via de regra é honesto e tem princípios. Mas não serve para nada.

Moda
Suprassumo da superficialidade e da inutilidade. Verniz burguês para cocotas burras e peruas vulgares. Lixinho perfumado e enfeitado. A mulher inteligente está acima da moda.

Moral
A moral burguesa oscila com a bolsa ou o bolso. Falsa e hipócrita. Nada tem a ver com a essência da verdadeira moral.

Muro
O muro de Israel é mais vergonhoso que o de Berlim. Mas o Ocidente se cala. E omissão é cumplicidade.

Música
A Nona Sinfonia, de Beethoven. Trenodia para Hiroshima, de Penderecki. Sinfonia, de Luciano Berio.

Negros
Como os índios, vítimas do genocídio branco, ou seja, dos europeus e árabes. Devem ser indenizados. Não devem nada ao branco a não ser as atrocidades cometidas por ele. A educação deve reforçar o ensino da cultura negra e línguas africanas nas três Américas. O islamismo e o cristianismo, religiões impostas pela violência aos povos africanos, deveriam ser banidos da África negra.

Neoliberalismo
Lupanar. Patologia. Neurose. Obsessão de lucro. Como a globalização, o flagelo dos tempos modernos. Degradação de todos os valores humanistas. Vandalismo contra a ética. Recomenda-se a sua destruição – por todos os meios: manifestações, depredações, bombas, incêndios, boicotes, paralisação do país, desobediência civil – para salvaguardar o Planeta.

Náusea
O histerismo religioso. O puritanismo. Big Brother Brasil.

Obscenidade
A globalização. O neoliberalismo.

Ofensa
A desigualdade social.

Opção
Não existe no sistema neoliberal.

Ópera
Carmen, de Bizet. La Traviata, de Verdi. A Flauta Mágica, de Mozart. Boris Godunov, de Mussorgsky.

Opinião
O lucro a compra.

Oposição
O lucro a silencia.

Oratório
O Messias, de Haendel. Il Trionfo del Tempo e del Disenganno, de Haendel.

Otário
Aquele que acredita no engodo do neoliberalismo.

Paixão
Imprescindível ao viver. Move montanhas. Dependendo do objeto do desejo, conduz ao céu ou ao inferno. Revolução.

Palestina
Viva a nação independente da Palestina! E Jerusalém internacionalizada.

Pintura
Giotto. Bosch. El Greco. Caravaggio. Vermeer. Goya. Van Gogh. Modigliani. De Chirico. Edward Hopper.

Poder
Antítese da honestidade. Mina e corrói a lealdade, a pureza e a retidão. Todo poder deve ser destruído para preservar a integridade ética e moral.

Poeta
Rimbaud. Khayyam. Baudelaire. Estado de êxtase permanente. Estado de vigília, de disponibilidade absoluta. Solidão do visionário. Eterno exílio. Embriaguez de absoluto.

Policiais
Povo arriscando a pele por um salário miserável. Está na moda culpá-los de tudo.

Político
Sinônimo de corrupto. Lixo investido de poder. Só serve para aumentar os impostos pagos pelo cidadão. Ladrão legal geralmente protegido pela lei. A imunidade dos políticos é um escândalo, uma aberração, uma perversão. Uma afronta.

Propriedade privada
Num país de miséria, a propriedade privada pode e deve ser violada.

Publicidade
Enganosa. Tendenciosa. Insidiosa. Canalha. Perversa. Impostora. Deturpadora. Antiética. Amoral. Elitista. E os publicitários nem sabem escrever português.

Québec
Viva a nação independente do Québec!

Quimera
Acreditar num político.

Quintessência
Gozar com o pensamento. No sentido literal e figurado.

Religião
Industrialização de Deus. Comercialização de Deus. Deturpação de Deus. Adulteração de Deus. Avacalhação das leis sagradas da natureza. Limitação do desenvolvimento intelectual. Engodo para perpetuar os que estão no poder. Ópio do povo, como dizia Marx. Algumas, cínicas, petulantes e oportunistas, induzem à degradação do lucro, da cobiça e do consumo – essas são um verdadeiro lixo. Historicamente – e ninguém pode negar os fatos históricos – é sinônimo de atrocidades, massacres, intolerância, medo, opressão, repressão, terror, horror, obscurantismo e fanatismo. De acordo com as estatísticas da ONU, 75% dos conflitos mundiais são provocados pela religião. Opõe-se às leis da natureza e deve ser erradicada da face da Terra. O Estado e a sociedade devem ser laicos. Deus não está nas instituições religiosas, mas na alma. O homem superior prescinde de religião, embora possa ter Deus dentro de si. É uma indecência que o governo não taxe as religiões que são, antes de tudo, corporações cujo objetivo é dinheiro e poder.

Revolta
Bússola da consciência. E necessário mantê-la viva para não apodrecer no sistema vigente.

Revolução
O fascínio da História a todo vapor. A excitação da renovação. A euforia da esperança. Tesão de deuses. Cópula de deuses. Orgasmo de deuses. Transfiguração orgástica. Intercurso cósmico.

Romance
O Vermelho e o Negro, de Stendhal.

Sexo
Vida. Absolutamente imprescindível para o equilíbrio psicossomático. Dá fé no futuro. Regula a circulação e o intestino. Eleva a autoestima. O conceito judaico-cristão-islâmico do sexo, perverso e distorcido, é uma aberração que viola as leis da natureza.

Sociedade
Marafona ordinária maquiada de santa. Segregação de classes. Hierarquia para perpetuar os vícios do poder. Organização tendenciosa, equívoca e hipócrita.

Suborno
Característica do capitalismo. Teve grande impulso e desenvolvimento com o advento do neoliberalismo e da globalização.

Teatro
Eurípides.

Tesão
Instinto de preservação da espécie que, mitificado e revestido de romantismo, passa a ser chamado de amor. Dinâmica da existência. Impulso vital. Pulsão de vida. Sua ausência é a morte.

Tibet
Viva a nação tibetana independente!

Transgressão
A mais eletrizante sensação física depois do tesão que precede o sexo.

Ufanismo
Chauvinismo. Nacionalismo ignorante e retrógrado.

Ulster
O Ulster ou Irlanda do Norte sempre foi e será parte integrante da nação irlandesa. Viva o Ulster irlandês! A Grã-Bretanha deveria indenizar o povo irlandês pelas atrocidades cometidas contra ele. A existência do IRA é plenamente justificável.

Ultraje
O salário dos parlamentares. O Congresso e a Câmara devem ser incendiados regularmente como protesto.

Violência
Engendrada pela desigualdade social. Uma das características do neoliberalismo e da globalização que fomentam e aumentam a fome e a miséria no mundo.

Vida
Milagre da natureza. Só existe uma. Única e intransferível. O resto é mito. E gozar a vida ao máximo é o melhor preceito para quem sabe que só se vive uma vez.

Xenofobia
Ranço conservador. Intolerância. Preconceito. Medievalismo. Limitação mental.

Zero
A cultura de massa. A televisão. O ensino da língua portuguesa no Brasil. A mercenária reforma ortográfica. O gosto da classe média. Os blockbusters de Hollywood. Os livros de autoajuda.

22-12-09

Anúncios

3 Respostas to “PEQUENO LÉXICO DE AFINIDADES ELETIVAS E IMPERTINÊNCIAS ANARCO-CULTURAIS”

  1. Robert de la B. Says:

    Três vivas ao Basco Boquirroto!! À boca que não se cala; à polêmica que nos faz falta; à opinião do contra, que alimenta debates.

    Que sua caixa-postal seja forte e elástica: haverá pancadaria 😀

  2. Silvia Helena Rigatto Says:

    Há tempos não te visito, Amigo…
    Mas que surpresa encontro em seu Blog!
    Malditos sejam aqueles que não se indignam!
    Seus léxicos estão na exata medida deste país que não tem vergonha e “talvez” nunca terá!

  3. joão josé azevedo Says:

    pessoas como você que incitam à violência e ao caos social deveriam ser fuziladas.

    toma cuidado com o que você escreve, seu anarquista filho da puta. Você pode se dar muito mal.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: